Futuramente

0 Comments

Sinceramente, já não sei o que dizer sobre o nosso futuro. Talvez você volte. Talvez não. Independente disso, eu já não estou aqui. Você pode voltar, mas vamos ser francos, nunca será como foi. Nunca mais vamos sair correndo apostando corrida de quem chegaria na sorveteria primeiro. Nunca mais vamos dormir juntos num dia chuvoso. Nunca mais vamos dançar aquela música lenta, que você tanto adora, do mesmo jeito. E você sabe porque. Você pode até voltar. Só não me peça para ser a mesma. Futuramente. Em um futuro distante, quem sabe, tudo volte a ser como era antes. Mas, por enquanto, você não pensou nas consequências. Não pensou que eu não sou de ferro e não duro pra sempre. Se você voltar, vou estar te esperando. Mas anda rápido, porque o trem já tá saindo. Olha pro céu. Quantas estrelas, não é mesmo? Mas todas vão embora de manhã. O café, esfria. A chama da vela, apaga. O teu beijo, já não tem o mesmo gosto. O inverno passou. E o que eu sentia, se perdeu no vento. Não se engane. Eu sei que pode esquentar o café de novo. Acender outra vela. E eu sei que vão ter outros invernos. Mas amor da minha vida, só existe um. Se ela esfriou, apagou ou passou, já não posso fazer nada. Se você voltar, e eu não estiver aqui, saiba que eu guardei nossas lembranças numa caixinha vermelha de bolinhas brancas. Com um laço azul. Está escrito seu nome nela, não tem erro. Pode aparecer aqui em casa pra buscar. Vem, mas não demora pra ir embora. Se eu te amo? Não seja idiota! Você sabe que sim. Mas eu me amo mais. Posso te esquecer, isso é fácil. Mas tem um detalhe: eu não quero. Você não deve saber o que é acordar toda manhã pensando que quem foi embora, vai voltar. Simplesmente, voltar. Bater na sua porta e peguntar se pode entrar. E você vai estar lá. Pronto para abrir a porta. Não. Você nunca sentiu isso. Você me deixou ir embora. Como um barco de papel na correnteza. Só se lembre: uma hora eu me desmancho toda.


             
                                                                      ~Bá



You may also like

Nenhum comentário: