E que venha o verão!

2 Comments
O verão já tá aí, encostando na gente, e eu tenho certeza que tem muita gente desesperada por aí. Tô certa? Verão é um assunto muito sério entre as mulheres, até porque são vários problemas em comum e quase ninguém entende. Admito, que nem eu me entendo as vezes.
Hoje eu vou fazer uma coisa que sempre quis fazer, mas por algum motivo nunca fiz. Vou falar sobre algo que eu sempre quis ler, mas nunca achei nada relacionado. E como esse blog é um reflexo de tudo que eu sempre quis ser, aqui está. Biquínis.
Quando eu era menor (sim, menor) e comecei a querer "valorizar" (se é que vocês me entendem) mais o meu corpo, fiquei muito perdida, já que eu não queria ser tão ousada e nem fazer um cosplay de freira na praia. O que, cá entre nós, não chama atenção de nenhum cara. E, bem... não foi o biquíni que mudou isso. E eu nem disse que mudou. Enfim.
Até meus 11 anos de idade, eu era muito magra. Magra naquele nível "Olívia Palito". E que quando eu conheci a famosa anorexia, achava que eu estava doente. Só não estava porque eu amava comer. E sério, eu ainda amo.


E nessa época, eu gostava de usar biquínis simples e nada que chamava atenção demais pro meu corpo. Eu ainda era muito tímida (se é que eu já fui tímida) e essas coisas. Inocente, digamos. Mas graças a Deus, as coisas mudaram. Eu cresci, engordei (eca) e criei vergonha na cara.
Eu nunca tive muito peito (o que me irrita profundamente), mas com os tempos, eu aprendi a aceitar isso. Pelo menos, até eu ter idade pra colocar silicone. Mas, minha avó sempre disse que eu tenho um colo bonito, e logo eu aprendi a valorizar isso. Hoje em dia, eu prefiro aqueles sutiãs tomara-que-caia, não muito ousados, mas que ficam bonitos e que não precisam de um peitão para ficar bonito.


Mas, se você é blessed o suficiente,  e tem os peitos maiores, pode apostar nos biquínis estilo cortininha. Eu estou amando as estampas e estilos esse ano. Se eu me sentisse bem com eles, só usaria esse tipo. Eu acho lindo, principalmente as estampas étnicas. Além se serem simples, valoriza o que você tem de mais bonito. Mas, se você quer ser "a menina do biquíni diferente" na praia, pode mudar  estampa. As floreis estão com tudo e, como eu já disse, as étnicas também. Ou colocar uma cor diferente (nem tão diferente, amiga) e chamativa (nem tão chamativa) também dá certo. 


Infelizmente, ninguém foi abençoado com o corpo perfeito. Mas a gente vai aprendendo a disfarçar ao longo da vida. O maiô é uma ótima saída para quem tem uma barriguinha a mais e não quer parecer um boneco de posto de gasolina. Os cortes laterais no maiô dão uma quebrada na simplicidade da peça, e dependendo do corte, afina até a cintura. Eu que sou eu, vou comprar um maiôzinho pra mim esse ano. Por que não?


No verão passado, eu vi várias meninas usando uma calcinha que parece um shortinho. Eu amei. Infelizmente, descobri que aquilo existia tarde demais. Tenho que admitir que nunca fui muito fã da minha bunda, mas eu usei as calcinhas tradicionais mesmo. E os cortes das calcinhas são totalmente livres e opcionais, já que tem gente que fica linda de qualquer jeito. Eu fui retirada desse clube rsrs. 


Mas isso não é uma regra e nunca vai ser. Você tem que usar o que você se sente bem e o que te faz sentir bonita. Se você se sente bem usando uma fantasia de banana, use. Até a Demi Lovato usa, por que não você? Quem manda em você, é você. Não ouça as regras de beleza, porque na maioria das vezes, elas são uma droga. Crie suas regras. E quebre-as.

xoxo,
-B




You may also like

2 comentários:

  1. Me inspirou! Ainda bem que estou precisando de biquinis, e irei viajar para lugares que eu vou usufruir do sol e da agua! Agora eu ja tenho em mente o que comprar. Obrigada amore!
    http://teenlife-pa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir