A pura verdade

0 Comments


Já escrevi sobre meus sonhos. Já escrevi sobre amor, já escrevi sobre a vida. Já escrevi sobre coisas que não queria escrever e sobre coisas que demorei anos para entender. Já escrevi para mortos (Kurt Cobain, Joey Ramone, etc) e para artista e escritores que nunca lerão nada que eu escrevi. Já fiz declarações em um pedaço de papel, e essas palavras tomaram uma proporção grande demais. Mandei umas cartas, mas elas nunca me deram respostas. Só mais dúvidas. Enviei meu coração em um envelope amarelo, com um adesivo selando-o. Mas ele deve estar perdido no caminho.
Eu tenho uma mania horrível de viver no futuro. E você se pergunta aí, por que isso é ruim? Bom... eu acabo me esquecendo do presente. Sou dessas que tenta esquecer o passado. Vejo o "eu" de dois anos atrás como outra pessoa e me vejo no direito de odia-la por ser tão ingênua, inconsequente, sozinha e desesperada a ponto de distribuir seu próprio coração como se fosse panfleto, e que (quase) todo mundo ignora.
E então, eu acabo me apegando ao futuro. Me enrolo nos meus sonhos e acabo confundindo eles com a realidade. E eu posso te dizer que colocar os pés no chão dói um bocado. Eu passei, basicamente, 14 anos viajando e vivendo uma realidade paralela, onde tudo o que eu sempre quis acontecesse. É como se fosse uma droga. Quando nada estava bom, eu fugia para esse lugar. Mas isso começou a me fazer mal, e meu avião teve que parar no chão.
Sou tão apegada a tudo e a todos... Mas esse apego é meu. É a única coisa que ninguém pode tirar de mim.
E sobre o presente? Bem... a única coisa que tenho, e mesmo assim, insisto em vive-lo na rotina. Acordar, escola, comer, estudar, escrever algumas palavras bonitas em um computador velho. Que droga! Eu desperdiço a única coisa que tenho, com atitudes dispensáveis e palavras em branco. Um "eu te amo" hoje, pode ser apagado amanhã. Como um erro qualquer. Como aconteceu comigo, várias vezes.
O futuro não nos pertence, e o passado já acabou. O que nos resta, é o presente. Agarre-o. Faça tudo hoje. Não deixe nada (nada(nada)) para amanhã. Já vi a morte de perto, e o arrependimento não é muito bom. Mas se for pra se arrepender, se arrependa as coisas que fez. Ame. Ame muito. Ame qualquer um. Abrace mais, qualquer pessoa. Faça o que quiser. Dance sem música. Não caia no esquecimento. E não se esqueça: Amanhã é mais um dia.

"Yesterday is history. Tomorrow is a mistery. But today is a gift.That is whys it's called present."
-Master Oogway




You may also like

Nenhum comentário: