Nem sei se devia ter escrito isso

13:08


Deixa eu explicar uma coisa pra vocês. Sabe aquela nossa paixão de infância que a gente teve? Aquela pessoa que a gente julgava ser nosso príncipe encantado e que a gente amava mais que tudo? Eu tive amores desses. E descobri, que nunca amei nenhum.
O que tem me irritado bastante é o uso da palavra "amor" em vão. Já parou pra pensar o quanto essa palavra é forte e significante? Poxa... ninguém percebe que quatro letras assim, podem mudar vidas? Tudo fica melhor com o amor. Mas só se for do verdadeiro.
Sabem como eu vejo o amor? É como se fosse um celular, daqueles que todo mundo quer. Você pode até ter ele falsificado, e pode até durar por um tempo. Mas não vai ser a mesma coisa. E uma hora, vai estragar.
Eu já usei o amor em vão, sim. Mas só depois eu percebi como isso é errado. Vocês não sentem um frio na barriga quando alguém fala que te ama? Mesmo sendo a mãe ou o pai? Vocês não adoram quando alguém fala "amei seu cabelo"? Tudo isso, tem um significado. E ninguém percebe.
O amor é uma coisa séria. É coisa de gente grande. As vezes, a gente nunca saiba o que é o amor verdadeiro. Ou talvez, a gente já nasce sabendo. Dizem que se você tem mais de 16 anos, você tem 75% de chance de já ter conhecido o amor da sua vida. Mas fala sério, 16 anos? A gente tá brincando de amar ainda.
Em várias situações, nós vamos ter que provar nosso amor para algo ou alguém. Muitas vezes, a gente nem percebe que está sendo testado. Mas o legal do amor, é não precisar de saber que sente. É só sentir.
Eu levo o amor a sério. Muito sério. Podem me chamar de cafona se quiserem, eu não ligo. Mas é que eu defendo, que um dia, a única coisa que vai salvar a gente do mal, é o amor profundo. Seja por qualquer coisa que seja. Mas o amor de verdade, vence qualquer mal ou arma da área 51.
Eu, sinceramente, amo uma pessoa. Aliás, talvez seja a única coisa que eu amo verdadeira na minha. E eu espero continuar assim.
Amar, meus queridos, não é pensar na pessoa o dia inteiro e ligar pra ela bêbado. O amor, vai muito além disso. O amor é você se arriscar, e fazer sacrifícios que você nunca imaginou que faria na vida, só pra ver um micro-sorriso no rosto da pessoa. É conquistar a pessoa, todos os dias e todas as horas. É fazer de tudo para que a pessoa saiba que o que você sente é puro e verdadeiro. O amor, é aquilo que a gente tem medo, mas mal sabe a gente como ele é importante. E que mesmo com medo, a gente ama.
Por isso, parem de falar mentiras. Parem de usar o amor em vão, e só usem-o para o bem. E quando tiverem a certeza absoluta dele. O amor não é um jogo pra ficar jogando os dados. O amor verdadeiro, é o maior prêmio que o ser humano pode ter.
Desculpem se fui chata. Mas ninguém lê isso aqui mesmo.

Clean Bandit & Jess Glynne - Real Love 




You Might Also Like

0 comentários