Se eu mudei?

15:41


"Você não mudou nada!" Nossa, será mesmo? Será que todas as noites que eu passei em claro buscando alguma solução para a minha vida, não mudou nadinha? Será que quebrar a cara um milhão de vezes não me fez aprender? Será que ficar cara a cara com a morte, deixou tudo exatamente que está? 
Não, meu bem. Eu mudei muito. Você que não viu nada.
As pessoas continuam nessa de querer mudança, mas n mudam nada. Eu faço parte desse grupo sim, admito. Mas eu sempre me esforcei para mudar. Não é atoa que eu tatuei essa palavra no meu pulso, ao lado da palavra "crescer". 
As pessoas continuam julgando. Elas acham que sabem e tem o direito de falar o quanto a gente mudou. Não. Ninguém pode fazer isso. A real mudança está dentro da gente. E é claro, ninguém gosta de ver os pontos positivos. Os negativos escuros ofuscam o brilho das coisas boas. Só que ninguém nunca tentou olhar mais de perto. 
Eu já fiz muita merda na vida. Eu admito isso, e falo que tentei consertar. Algumas vezes eu consegui, outras vezes não. Mas sabe o que todas as coisas tem em comum? Eu tentei. E tentei com vontade. Por mais que eu não seja perfeita e nunca vou ser o suficiente pra ninguém, eu faço o que posso para mudar. 
Mas quem te deu o direito de apontar o dedo na minha cara e falar que eu não mudei? Que eu continuo a mesma? Cara, eu mudei e mudei muito. Todas as coisas que eu passei, todos esses erros que eu consertei e não consertei, me levaram para algum lugar. Infelizmente, nós só aprendemos quebrando a cara. 
Eu fiz de tudo o que pude pra você ficar. Fiz tudo o que meu coração aguentava pedir. Mas está na hora de mudar, de crescer, não é? E afinal, eu cansei de pedir. Eu dou muito amor, pra receber migalhas. 
Mas agora, vamos falar sobre o perdão. Se eu não me engano, foi Pedro que perguntou à Jesus Cristo: "Mestre. Quantas vezes devemos perdoar nossos inimigos? Seria sete vezes?" E então, Jesus respondeu: "não apenas sete vezes. Mas setenta vezes sete vezes". 
Isso não é matemático. É figurativo. O número 7 tem vários significados na bíblia, mas isso não importa. 
Meus pais me ensinaram sobre o amor uma vez. Eles falaram que a base de um amor é a compreensão. Que por acaso, rima com perdão. Isso significa alguma coisa pra vocês? 
Isso foi um simples desabafo. Uma mera tentativa de colocar minha raiva pra fora. Minha raiva por não conseguir consertar erros, porque já é "tarde demais". E afinal, quando será tarde demais? Existe uma data, ou um limite? Eu achava que nunca era tarde demais pra quem ama. Mas hoje em dia, a linha que separa as hipóteses das certezas, sumiu completamente.
Isso não importa mais. Acabou, não é? 
Enfim. Eu sinto muito mesmo. Desculpa não ter sido o suficiente e não ter "mudado o bastante". Desculpa ultrapassar seus limites, os meus limites, ser rebelde e odiar que as pessoas me mandem fazer as coisas. Eu sou livre. Não sou de gaiola. Mas isso não significa que eu estou bem. Não há tapa na cara que doa tanto quanto o que você está fazendo comigo. 
Eu repito, as portas estão abertas. Mas igual em brincadeira de criança, uma hora ela vai fechar. A flor vai murchar. E o amor?
Acabar.



Changes - David Bowie 





You Might Also Like

1 comentários

  1. nossa estou amando seus textos mesmo que não pareça vivi alguns dilemas como este eu escolhi mudar mesmo que ninguém perceba e mi criticarem por isto passei anos procurando me resumir em palavras mais e nuca e nenhum momento consegui . eu tenho apenas 13 anos sou uma pequena escritora , mais deis de pequena conseguia me expressar minha forma como sou por dentro , mais nuca tive sonhos em mim aprofundar nisto levo mais como hobby que me faz bem . AMEII

    ResponderExcluir