O blog mudou (e eu também)!

14:30


Acho que você já notou que tem coisa nova por aqui, né? Pois é. O Doce Como Limão está de cara nova e isso vai muito além de apenas criar um identidade visual nova pro Blog. Vai além de mudar o layout, a cor, as fotos ou até começar a investir em conteúdos mais diferentes. É clichê, mas clichês precisam ser ditos: quando eu criei o blog em 2014 jamais imaginei que eu iria conquistar tantas coisas fantásticas que eu só consegui graças à toda a inspiração e força que esse pequeno site me proporcionou. De pouco em pouco fomos crescendo e, quando fui ver, eu estava na Galera Capricho 2015/2016, ganhando concursos e até publicando livros.

Mas essa fase toda, felizmente, passou. E eu digo felizmente pois, naquela época, eu escrevia e sentia coisa que hoje já não fazem parte de mim. Algumas coisas persistem, outras sempre podem voltar, mas a minha visão sobre a vida e sobre tudo o que eu já passei jamais voltará a ser a mesma. Eu jamais voltarei a ser a mesma. E, obviamente, isso reflete diretamente na minha maneira de me expressar através das palavras. É muito improvável que eu volte a escrever sobre corações partidos, já que agora meus problemas maiores fogem disso. Mas isso não significa que minha escrita perdeu a função ou o sentido; ela apenas mudou um pouquinho, sendo consequência de um amadurecimento fodido que eu fui obrigada a me submeter para crescer como pessoa, como mulher e, claro, como escritora.


Isso me inaugura uma nova fase. E como em todas novas fases eu faço e refaço coisas para redescobrir minha identidade, como mudar o cabelo (estou no sexto mês da transição capilar), procuro novas distrações, escrevo um livro novo e às vezes eu faço uma tatuagem (mas o dinheiro complica). Mas agora, mais do que nunca, eu tenho feito todas as coisas que me fazem bem. E, macacos me mordam! Eu amo esse blog pra caralho.

O que eu estou querendo dizer é que eu cresci. Não sou mais a menina adolescente que acreditava em amor verdadeiro e escrevia sobre decepções amorosas. Não que eu deixei de acreditar, mas meus conceitos mudaram um pouco. Um pouco demais para escrever sobre isso, então eu prefiro manter na pasta escondida que tem dentro da minha cabeça. E pra falar a verdade, nem eu sei exatamente sobre o que eu ando escrevendo, mas eu sei que gosto e espero de coração que pelo menos uma parte sua se identifique e goste também.

Estou muito ansiosa para descobrir o que vai surgir dessa nova fase, mas pela primeira vez na vida eu estou realmente afim de curtir e aproveitar todo o processo. Desde a mudança do layout, até às novas conquistas. E esse mapa azul novinho que você viu serve para representar um pouco dessa minha ambição por aventuras novas. Não só de conhecer o mundo, mas sim, de viajar para dentro de mim.


Resumindo um pouco, você pode esperar uma chuva de conteúdos legais a partir de hoje, mas nada igual ao que era antes. Vai demorar um pouco para que eu me acostume e me entregue integralmente (ou quase) a esse novo meio e essas novas ideias que estão frescas demais dentro de mim, ainda não sei como colocar tudo isso em prática. Mas eu não estou com pressa alguma. Você está?

Além disso, quero agradecer profundamente a todos os leitores que estão me acompanhando nessa fase nova e me dando tanta força de vontade para continuar. Ver que meus textos fazem algum impacto em alguém faz tudo valer a pena. E, obviamente, um "obrigada" recheado de lanches pro namorado mais incrível do mundo, que foi o responsável por concretizar tudo o que eu tinha em mente e tornar mais um sonho meu em realidade. Matheus Cardoso, eu te amo.

Bem... Acho que eu já falei tudo o que eu precisava falar. Obrigada pela paciência e por ler quase 3 páginas de vários nadas, mas é bom colocar pra fora tudo o que minha mente grita de vez em quando. E por mais que possa acontecer de ninguém ler isso aqui, o DCL é e sempre será o meu diário favorito. E não se esqueça de me acompanhar nas redes sociais para ficar pro dentro de todas as novidades da minha vida de pessoa normal e lembrem-se de que eu SEMPRE estou aqui para ajudar, seja lá qual for o seu problema.

E só pra reforçar o óbvio: eu não sou blogueira, eu apenas tenho um blog.



 photos: Lívia Bastos

You Might Also Like

0 comentários